Resenha: Deslembrança

segunda-feira, 11 de novembro de 2013
Livro: Deslembrança
Autora: Cat Patrick
Editora: Intrínseca
Sinopse: Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.


London é uma moça, ainda está no ensino médio e desde sua infância lhe dá com um problema incomum: tudo o que tem são lembranças do futuro, mas tudo o que já viveu, bem, ela esquece tudo. Sua memória é reprogramada de madrugada, de modo que ela tem que escrever tudo o que viveu, tudo o que for relevante ser lembrado, tarefas a fazer, etc.. Com o tempo ela vai lembrando dos rostos das pessoas que ela conhece por muito tempo, como sua melhor amiga, sua mãe, algumas pessoas da escola...

Ela sabe que seu pai e sua mãe se separaram e nunca mais tiveram notícias dele, mas é tudo o que lembra. Jamie, sua melhor amiga, sempre a ajuda, dá puxão de orelha e tudo o mais. Luke, esse é o novo garoto da escola, a conhece e eles começam a se aproximar. Sua perda de memória não é do conhecimento de todos, na escola a única pessoa que sabe é Jamie.

O relacionamento de London com sua mãe é uma constante linear, mas tudo se dissipa - ou quase tudo - quando London começa a ficar instigada pelo sumiço de seu pai por conta de umas lembranças do futuro (ou passado?), uma lembrança perturbadora. A partir desse episódio é que London vai em busca de seu pai e de sua vó. E sua relação com sua mãe se torna ameaçada. Jamie já se incomodou muito com as lembranças futurísticas de London, tanto que quando London quer alertá-la sobre algum assunto, Jamie sempre fica brava e se afasta dela por dias. Luke e London (até as iniciais combinam) fazem um casal muito fofo, e o fato de Luke ser um mistério para ela, faz com que ela se apaixone todos os dias por ele. Isso não é fofo? 

O livro não nos leva a um estado de pura reflexão, de pura viagem, mas faz querer ler ele de uma única vez. É uma leitura rápida, toda cheia de pormenores que nos levam a ler em questão de horas. Eu não sei ao certo o que senti lendo a história, mas sempre me senti na pele de London, fui levada a um estado de desejo de chegar ao fim e saber afinal todo o suspense da história, todas as crises de London, tudo!

Um livro bem escrito, rápido, uma história envolvente, mas que se torna fraco por não se aprofundar tanto em sentimentos familiares, romances, etc.. Mas nem por isso deixa de ser bom, pois o livro é um dos melhores para uma tarde sem fazer nada! Recomendado!



14 comentários:

  1. Gosto da sinopse deste livro.
    E vejo resenhas por aí que falam muito bem dele.
    Tenho curiosidade, a história parece ser envolvente mesmo.

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Lembro que quando foi lançado esse livro ele até me chamou a atenção, mas acabei esquecendo.
    Parece ser legal, mas essas coisas de esquecer todo dia o que aconteceu não me anima muito.

    Bjs,
    Garotas de Papel

    ResponderExcluir
  3. oi linda! Bacana sua resenha, não conhecia esse livro, há dias que eu não quero pegar nada pesado para ler, adorei sua indicação pra isso!
    um abraço!
    Pan
    http://pasmind.blogspot.com.br
    http://www.punkystore.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu gostei muito de ler esse livro. Como você disse, ele não nos faz parar para refletir na vida. Mas isso nao tira o charme dele. adorei a leitura, e vira e mexe pego para reler alguns trechos. =))

    Beeijos, Dreeh.
    Blog Mais que Livros

    ResponderExcluir
  5. Eu li esse livro no começo do ano e apesar de no inicio ter achado o enredo um pouco confuso, no final a leitura foi bem agradável.

    *bye*

    http://loucaporromances.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Eu sempre fico com um pé atrás com esse livro pela falta de profundidade que ele parece ter. A narrativa me pareceu instigante e por isso ainda pretendo comprá-lo um dia. Fico tentando entender como seria visualizar o futuro...
    Beijos
    http://livrosyviagens.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Eu lembro de ter me interessado por esse livro quando ele foi lançado, dai vieram as resenhas não tão positivas e eu desanimei um pouco. Mesmo ele estando de promoção na Saraiva, não me arrisquei a comprar, não gosto muito de leitura rasa.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  8. Oi Lu, tudo bem, minha flor?

    Eu sempre vejo esse livro na promo dos livros a 10 reais no submarino e fico sempre pensando em comprar. Mas não tinha visto nenhuma resenha sobre o livro até então. Gostei do que vc disse e o livro parece ser bem gostosinho. Mas acho que eu não iria gostar mt justamente pelo fato que vc frisou: não ha um aprofundamento. Vou deixar essa ideia de comprar o livro paradinha por enquanto.

    beijos
    Kel
    www.porumaboaleitura.com.br

    ResponderExcluir
  9. Eu curti o livro. Nõa foi um dos meus favoritos porque a questão toda da falta de memória X ela lembrar que não lembra (confuso? enfim...) me incomodou, mas é fofo!

    Um beijo
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Lú que bom que vc gostou desse livro, já li e também achei que ele tinha potencial para ser mais detalhado e aprofundado, mas nem por isso não indicaria sua leitura (informaria que ele é um livro leve e interessante). Enfim parabéns pela leitura e resenha, adorei saber sua opinião.

    Leituras, vida e paixões!!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Lu!
    Acho a premissa do livro bem interessante e pelo que me lembro só vi resenhas o elogiando. Ainda não tive oportunidade de ler, mas gostaria. Se é o nosso passado e nossas lembranças que nos fazem quem somos, como seria a vida de alguém cujas lembranças estão no futuro?
    Beijos
    alemdacontracapa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. Lú, o que fazer com um livro desses? Sei lá, acho que se tivesse comentado há 1 semana atrás ia ser diferente, mas como acabei de assistir Como não esquecer essa garota, eu fico meio cansada de perda de memória. rs
    Enfim, aceito o livro pra ler durante a tarde e descobrir o que aconteceu com o papitcho dela e se Luke e London fazem essa dupla legal que você mencionou. u.u

    ResponderExcluir
  13. Também tenho uma resenha sobre ele, caso você queira uma segunda opinião! :) - http://www.coffeeunlocked.com/resenha-deslembranca/

    ResponderExcluir